Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 04 de março de 2024

Política

Em aproximação com Opep+, Prates afirma que estuda criar a Petrobras Arábia

Estatal iniciará neste mês o estudo de uma subsidiária destinada a fortalecer os laços comerciais na região do Golfo Pérsico

Em aproximação com Opep+, Prates afirma que estuda criar a Petrobras Arábia

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por: Metro1 no dia 03 de dezembro de 2023 às 08:29

Atualizado: no dia 06 de dezembro de 2023 às 09:55

A Petrobras avalia abrir uma unidade no Oriente Médio, depois que o Brasil foi convidado a aderir ao acordo de cooperação com a Opep+, grupo composto pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e produtores aliados.

De acordo com o presidente da companhia, Jean Paul Prates, em mensagem de texto ao Bloomberg News na sexta-feira (1º), a estatal iniciará neste mês o estudo de uma subsidiária destinada a fortalecer os laços comerciais na região do golfo Pérsico. "Vamos analisar a viabilidade de estabelecer uma subsidiária integral no Golfo: Petrobras Arábia", escreveu Prates.

Essas declarações acontecem um dia depois do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, dizer que o país pretende aderir ao acordo de cooperação da Opep+, uma plataforma de diálogo aberta a todos os países produtores de petróleo, sem as obrigações de cotas dos membros do grupo.

O Brasil produz mais de 3 milhões de barris de petróleo por dia, aproximadamente o mesmo que Irã e Emirados Árabes Unidos, que são membros da Opep. A Petrobras vai explorar "empreendimentos mutuamente complementares" com membros da Opep+, tanto no golfo Pérsico como no Brasil, disse Prates. E já estuda a criação de uma subsidiária chinesa como parte dos planos de expansão internacional de Prates.