Política

Depois de muito criticar o partido, senador Pinheiro anuncia desfiliação do PT

O senador Walter Pinheiro (PT) entregou nesta terça-feira (29) pedido de desfiliação ao Partido dos Trabalhadores. Pinheiro também encaminhou registro junto ao partido e protocolou o documento na Justiça Eleitoral. O senador não divulgou qual seria o seu destino. A saída de Pinheiro da legenda já era esperada há mais de um ano, devido o desgaste com o PT e suas constantes críticas ao governo Dilma.[Leia mais...]

[Depois de muito criticar o partido, senador Pinheiro anuncia desfiliação do PT]
Foto : Agência Senado

Por Matheus Simoni no dia 29 de Março de 2016 ⋅ 17:18

O senador Walter Pinheiro (PT) entregou nesta terça-feira (29) pedido de desfiliação ao Partido dos Trabalhadores. Pinheiro também encaminhou registro junto ao partido e protocolou o documento na Justiça Eleitoral. O senador não divulgou qual seria o seu destino.

A saída de Walter Pinheiro da legenda já era esperada há mais de um ano, devido o desgaste com o PT e suas constantes críticas ao governo Dilma. Pinheiro foi eleito em 2010 com 3.630.553 votos, tornando-se o primeiro senador baiano do PT. Mesmo assim, o senador já não participava mais das reuniões da legenda no Senado desde agosto do ano passado. 

Sem citar o partido, o senador divulgou carta onde agradece políticos, correligionários e familiares diante do tempo que ficou no PT. Confira: 

Decido encerrar, depois de uma reflexão profunda, minha única filiação. Agradeço pelas coisas boas, pelo apoio, pelas amizades, por tudo que vivenciei na vida pública e tudo que foi possível construir. Vou continuar cumprindo, com todo empenho, a jornada que o povo da Bahia me confiou. Grato aos meus familiares, grato aos parceiros que constroem nosso mandato, grato aos amigos, aos companheiros, ao povo da Bahia e muito, mas muito grato a Deus que pela sua Graça tem me sustentado. Creio que, como diz o apóstolo Paulo, "combati o bom combate". Permanecerei com o trabalho firme e mantendo minha Fé, Fé que é possível, Fé no Brasil e Fé na vida

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo