Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Política

CPI da Braskem aprova pedido de Otto e convoca executivo da companhia

Comissão investiga empresa pelo desastre causado pelo afundamento de uma mina em Maceió

CPI da Braskem aprova pedido de Otto e convoca executivo da companhia

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Por: Jairo Costa Jr. no dia 29 de fevereiro de 2024 às 17:03

A pedido do senador Otto Alencar (PSD), a CPI criada para investigar a responsabilidade da Braskem no desastre ambiental causado pelo afundamento de uma mina de salgema em Maceió, aprovou a convocação do diretor global de Pessoas, Comunicação, Marketing e Relações com a Imprensa da companhia, Marcelo Arantes. O requerimento apresentado à comissão foi analisado junto a cerca de 20 itens discutidos na terceira sessão do colegiado.

A justificativa apresentada por Otto foi a de que a convocação "faz-se necessário para esclarecer a extensão da responsabilidade da Braskem no caso do afundamento do solo no bairro de Pinheiro e áreas adjacentes. Isso inclui esclarecer se a empresa estava ciente dos riscos geológicos na região e se tomou medidas adequadas para mitigar esses riscos".

"O seu depoimento pode fornecer insights sobre como a Braskem está lidando com as consequências desse incidente e compensando as vítimas. É crucial entender que medidas preventivas a Braskem tinha implementado para evitar o afundamento do solo em Pinheiro e se essas medidas foram adequadas e suficientemente robustas", acrescentou.

Apesar de pedir a convocação de um dos principais executivos da companhia, Otto foi apontado pelo senador alagoano Renan Calheiros (MDB) de integrar o grupo de políticos que atua na linha de defesa da Braskem no Congresso. Segundo Renan, Otto operou o boicote que o impediu de assumir a relatoria da CPI e o levou a renunciar ao posto de membro titular da comissão.