Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 10 de abril de 2024

Política

Operação Lesa Pátria apreende dólares, euros e arsenal com mais de 70 armas na casa de investigado no Tocantins

Foram cumpridos mais oito mandados para investigar organizadores e financiadores de atos antidemocráticos após o resultado da eleição presidencial de 2022

Operação Lesa Pátria apreende dólares, euros e arsenal com mais de 70 armas na casa de investigado no Tocantins

Foto: Reprodução

Por: Metro1 no dia 01 de março de 2024 às 09:36

A Polícia Federal (PF) cumpriu, nesta quinta-feira (29), 34 mandados de busca e apreensão da Operação Lesa Pátria e apreendeu US$110 mil, 26 mil euros e 77 armas em Palmas (TO) que estavam em posse de um dos investigados, o empresário Frederico Moraes de Barros Carvalho. 

O investigado informou, por meio da defesa, que itens faziam parte de uma coleção que trouxe quando mudou dos Estados Unidos para o Tocantins, em 2021. Segundo os advogados do investigado, as armas teriam entrado no país de forma legal e toda a documentação teria sido passado por vistoria da Receita Federal , Exército e Polícia Federal em Anápolis (GO). O dinheiro e um veículo importado também eram de propriedade do investigado e conforme a defesa, tiveram a origem declarada na Receita Federal.

Além de Frederico, foram cumpridos mais oito mandados para investigar organizadores e financiadores do ato que fechou a ponte entre as cidades de Palmas e Luzimangues, no Tocantins, após o resultado da eleição presidencial de 2022. Entre os investigados estão dois coronéis da Polícia Militar do Tocantins e lideranças religiosas.

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, afirmou em decisão que foi possível identificar cerca de 50 pessoas envolvidas no ato, porém o foco das buscas feitas, foram aqueles que tiveram um “papel de protagonismo” na organização. A decisão também determinou a quebra do sigilo de dados telefônicos, suspensão de portes de armas e de passaportes, assim como o bloqueio das redes sociais dos investigados.