Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 12 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Conselho de Ética da Câmara volta a analisar casos de Glauber Braga e André Janones

Política

Conselho de Ética da Câmara volta a analisar casos de Glauber Braga e André Janones

Ambos estão sendo acusados de quebra de decoro; a deputada Fernanda Melchionna também está sendo acusada pelo mesmo motivo

Conselho de Ética da Câmara volta a analisar casos de Glauber Braga e André Janones

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

Por: Metro1 no dia 04 de junho de 2024 às 14:58

Atualizado: no dia 04 de junho de 2024 às 17:48

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados irá retomar a análise do processo contra os deputados Glauber Braga (Psol-RJ), Fernanda Melchionna (Psol-RS) e André Janones (Avante-MG), acusados por quebra de decoro. 

O caso de Glauber foi denunciado ao colegiado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e pelo partido Novo, que alega que o deputado feriu o decoro parlamentar ao expulsar da Câmara, com chutes e empurrões, um integrante do Movimento Brasil Livre (MBL).

Em sua defesa, Glauber sustenta que o partido mente na representação ao dizer que Gabriel Costenaro, o militante que o provocou na Câmara, teria “dialogou pacificamente” com ele. “Mentira! Mentirosos! Se mentir dá perda de mandato, quem tinha que perder o mandato, então, era quem redigiu essa representação por parte do Novo”.

No processo de Janones, a acusação é de uma suposta rachadinha em seu gabinete, em que ele estaria cobrando de seus auxiliares. Durante as investigações, a Polícia Federal informou ao Supremo Tribunal Federal sugerem a existência do esquema. O relatório foi encaminhado ao ministro Luiz Fux, que abriu o inquérito para investigar o deputado. 

Por fim, a acusação de Fernanda Melchionna, também é feita pelo PL, é de ofender a família do ex-presidente Bolsonaro durante reunião da Comissão de Segurança Pública da Câmara.