Política

Temer defende Cunha: "Não participo de movimento contra ele"

Em uma postagem no Twitter neste sábado (25), o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), afirmou que não participa de “movimento contra o presidente da Câmara”, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O parlamentar foi citado no depoimento de um dos delatores do esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, Júlio Camargo, que o acusa de ter recebido R$ 5 milhões em propina. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Morais no dia 25 de Julho de 2015 ⋅ 17:42

Em uma postagem no Twitter neste sábado (25), o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), afirmou que não participa de “movimento contra o presidente da Câmara”, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O parlamentar foi citado no depoimento de um dos delatores do esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, Júlio Camargo, que o acusa de ter recebido R$ 5 milhões em propina.


 “Não participo de movimento contra o presidente da Câmara. As relações entre governo, Câmara dos Deputados e PMDB devem ser institucionais, tendo em vista os interesses do país”, escreveu Temer na rede social. A mensagem foi compartilhada por Cunha minutos depois, também pelo Twitter.
A bancada do PMDB na Câmara dos Deputados também saiu em defesa de Cunha e informou que não aceitará “especulações que visem a enfraquecer a autoridade institucional do presidente da Câmara”, segundo nota divulgada na noite de sexta-feira (24).

 

 

 

Notícias relacionadas

[Retomar dinheiro de corrupto funciona mais que prisão, diz AGU]
Política

Retomar dinheiro de corrupto funciona mais que prisão, diz AGU

Por Kamille Martinho no dia 21 de Julho de 2019 ⋅ 15:40 em Política

“Na cadeia, depois de um tempo, ela [a pessoa condenada] pode sair e usufruir daquele patrimônio. Recuperando o dinheiro, você tira todo um estímulo à prática da corrupçã...