Política

Após criticar torcida do Vitória, vereador diz que foi mal interpretado

O vereador José Trindade (PSL) falou sobre a declaração dada por ele na última terça-feira (14), quando chamou a torcida do Vitória de insignificante. Em entrevista ao Metro1 nesta quarta-feira (15), o edil declarou que foi mal interpretado. [Leia mais...]

[Após criticar torcida do Vitória, vereador diz que foi mal interpretado]
Foto : Divulgação/ASCOM

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 15 de Fevereiro de 2017 ⋅ 15:25

O vereador José Trindade (PSL) falou sobre a declaração dada por ele na última terça-feira (14), quando chamou a torcida do Vitória de 'insignificante'. Em entrevista ao Metro1 nesta quarta-feira (15), o edil declarou que foi mal interpretado.

"O que eu falei e foi colocado nos sites e jornais não foi o que eu queria explanar. Eu quis dizer que a torcida do Vitória é pequena em relação à granditude (sic) do projeto, que atende Canabrava, Sete de Abril, Pau da Lima e até a Regional. O Vitória tem um estádio para 35 mil pessoas, tem três ou quatro jogos por mês. Então não é uma Via Expressa que o governo está investindo R$ 30 milhões só para atender ao Vitória. Foi isso que eu quis dizer", disse o vereador, que ressaltou que a parcela de torcedores do Vitória envolvida no contexto seria "pequena" em relação à magnitude do projeto. 

Trindade afirmou que recebeu ligações de membros da diretoria do clube e negou que tenha algo contra os torcedores do Leão da Barra. "Tenho amigos rubro-negros, meu pai é rubro-negro. Vários amigos meus me ligaram, como o ex-vereador Agenor Gordilho e o presidente do conselho fiscal do clube, Valter Tanus. São amigos nossos que eu tenho no coração, claro que um pedacinho menor do que o do Bahia", concluiu.

Notícias relacionadas

[Evo Morales aceita asilo oferecido pelo México]
Política

Evo Morales aceita asilo oferecido pelo México

Por Metro1 no dia 11 de Novembro de 2019 ⋅ 19:29 em Política

O chanceler mexicano Marcelo Ebrard informou que o asilo foi concedido porque "sua vida e integridade correm riscos"