Política

Sem Nilo, PSL sai da base de Rui e monta bloco independente na Assembleia

Um grupo de deputados do Partido Social Liberal (PSL) deixou a base do governo e montou nesta segunda-feira (6) um bloco independente na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Ao todo, seis dos sete membros da sigla assinaram o termo para formar uma nova agremiação na Casa, além da base do governo e da oposição.[Leia mais...]

[Sem Nilo, PSL sai da base de Rui e monta bloco independente na Assembleia]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 06 de Março de 2017 ⋅ 19:00

Um grupo de deputados do Partido Social Liberal (PSL) deixou a base do governo e montou nesta segunda-feira (6) um bloco independente na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Ao todo, seis dos sete membros da sigla assinaram o termo para formar uma nova agremiação na Casa, além da base do governo e da oposição.

Em entrevista ao Metro1, o deputado estadual Manassés disse que o partido não se sentiu contemplado pelo governo Rui Costa (PT), mesmo diante de uma série de tratativas com o governador e com o secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes (PT). "Acenamos várias vezes ao governador e a Josias Gomes, o secretário, e nós não nos sentimos contemplado com o governo Rui Costa. Fomos parceiros por esses dois anos, sempre apoiando o governo Rui Costa. Resolvemos então montar um bloco independente, já que não fazemos parte da administração e não fazemos parte do governo", afirmou o parlamentar. 

Questionado sobre a ausência de Nilo no novo bloco, Manassés afirmou que não encontrou o deputado nas dependências da Assembleia, mas que ele seria voto vencido na decisão. "Marcelo Nilo não assinou o documento. Não encontramos ele na casa, procuramos ele no gabinete e não encontramos. Mas os seis assinaram e a maioria é o que conta", declarou.

Ainda de acordo com o deputado, não há mágoas entre os parlamentares do PSL e o governo Rui. "Não estamos declarando que somos contra o governo ou que estamos indo para o lado de ACM Neto. Somos independentes. Não estamos rompendo com o governo e nem pendendo para a oposição. Simples independência na Casa", finalizou o parlamentar. O comunicado foi assinado pelos deputados Alan Castro, Euclides Fernandes, Jurandy Oliveira, Manassés, Nelson Leal, Reinaldo Braga.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar