Política

"Vontade nacional de crucificar", diz Leandro Karnal após apagar foto com Moro

“Dia intenso em Curitiba. Encerro com um jantar com dois bons amigos: juiz Furlan e juiz Sérgio Moro . Talvez não faça sentido para alguns. O mundo não é linear. A noite e os vinhos foram ótimos. Amo ouvir gente inteligente. Discutimos possibilidades de projetos em comum”, escreveu Karnal, que é conhecido como um dos pensadores brasileiros mais populares, na legenda da imagem. [Leia mais...]

[
Foto : Reprodução/Facebook

Por Lorena Dias no dia 12 de Março de 2017 ⋅ 19:21

O professor e historiador Leandro Karnal causou um grande debate nas redes sociais neste final de semana após postar uma foto de um jantar ao lado do Juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. “Dia intenso em Curitiba. Encerro com um jantar com dois bons amigos: juiz Furlan e juiz Sérgio Moro. Talvez não faça sentido para alguns. O mundo não é linear. A noite e os vinhos foram ótimos. Amo ouvir gente inteligente. Discutimos possibilidades de projetos em comum”, escreveu Karnal, que é conhecido como um dos pensadores brasileiros mais populares.

Mas a foto, publicada no final da noite de sexta-feira (10), não estava mais na página do historiador neste domingo (12). Em seu lugar, um texto escrito por Karnal, que tentava explicar e acalmar os ânimos dos seguidores. "Lamento a polarização no Brasil e lamento o clima que, por poucas explicações minhas, causei", disse, explicando o contexto do seu encontro com Moro, que é um amigo em comum entre Karnal e o Juiz Furlan. "Quando eu tiver encontros com outras autoridades e pessoas de referência, prometo, guardarei para mim e pra meu debate interno. O momento brasileiro é estranho e há uma vontade nacional de crucificar", criticou o historiador e, de forma irônica, finalizou o texto infomando que pagou o vinho consumido no jantar.

 

Notícias relacionadas

[Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro]
Política

Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00 em Política

Em entrevista à equipe de televisão, no Guarujá, onde passa o carnaval, Bolsonaro afirmou que o texto será entregue após o carnaval

[Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro]
Política

Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:00 em Política

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora”, afirmou o presidente na porta de um supermercado no Guarujá, onde passa o feriado de carnaval