Política

MPF recorre de decisão do STJ que concedeu prisão domiciliar a Adriana Ancelmo

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta sexta-feira (31) recurso contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que concedeu prisão domiciliar a Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do Rio e alvo da Operação Calicute. [Leia mais...]

[MPF recorre de decisão do STJ que concedeu prisão domiciliar a Adriana Ancelmo]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 31 de Março de 2017 ⋅ 16:37

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta sexta-feira (31) recurso contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que concedeu prisão domiciliar a Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do Rio e alvo da Operação Calicute.

O subprocurador-geral da República, Rogério Paiva Navarro, requereu à ministra Maria Thereza de Assis Moura a revisão da decisão ou o encaminhamento do recurso para a Sexta Turma do STJ.

De acordo com o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), o MPF alegou que não foram apresentados fatos novos ou motivações que justifiquem a concessão da prisão domiciliar à esposa do ex-governador Sérgio Cabral. O recurso corre em segredo de Justiça.

Notícias relacionadas