Política

Vereadora defende exoneração de Taissa Gama: "Atitude inaceitável"

Procurada pelo Metro1, na tarde desta sexta-feira (31), a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) se posicionou sobre a briga entre a secretária de Políticas para as Mulheres da Prefeitura de Salvador, Taissa Gama (PTB), e uma ex-funcionária. chamada Schirley Pinheiro. [Leia mais...]

[Vereadora defende exoneração de Taissa Gama:
Foto : Divulgação/ Câmara de Vereadores de Salvador

Por Matheus Morais no dia 31 de Março de 2017 ⋅ 16:56

Procurada pelo Metro1, na tarde desta sexta-feira (31), a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) se posicionou sobre a briga entre a secretária de Políticas para as Mulheres da Prefeitura de Salvador, Taissa Gama (PTB), e uma ex-funcionária. chamada Schirley Pinheiro. Em conversas gravadas, a secretária, em tom exaltado, chama Pinheiro de "vagabunda e puta". 

Aladilce afirmou que a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Salvador, que ela preside, vai se reunir na segunda-feira (3) para discutir o assunto, mas acredita que trata-se de um caso para exoneração. "Não sei o que levou a secretária a tomar essa atitude, mas é inaceitável uma atitude dessa que desqualifica uma mulher, principalmente vindo de uma gestora de Políticas para as Mulheres. É lamentável, os tipos de ofensas são um absurdo. Do meu ponto de vista é preciso que o prefeito ACM Neto e a secretária se expliquem. Para mim, hoje é um caso de exoneração", ressaltou. 

Notícias relacionadas