Política

'Lava Jato pegará judiciário numa fase posterior', diz ex-ministra Eliana Calmon

A ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STF) Eliana Calmon disse, em entrevista à Folha de S. Paulo, que a Operação Lava Jato também irá afetar o Poder Judiciário. [Leia mais...]

['Lava Jato pegará judiciário numa fase posterior', diz ex-ministra Eliana Calmon]
Foto : Alexandre Martins/ Agência Brasil

Por Luiza Leão no dia 16 de Abril de 2017 ⋅ 16:17

A ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STF) Eliana Calmon disse, em entrevista à Folha de S. Paulo, que a Operação Lava Jato também irá afetar o Poder Judiciário. De acordo com Eliana, essa etapa das investigações deve ocorrer em um segundo momento para não enfraquecer os atuais desdobramentos da operação.

'Entendo que a Lava Jato pegará o Judiciário, mas só numa fase posterior, porque muita coisa virá à tona. Inclusive, essa falta tem levado a muita corrupção mesmo. Tem muita coisa no meio do caminho. Mas por uma questão estratégica, vão deixar para depois', disse.

A baiana acredita ainda que o sistema político brasileiro está 'apodrecido' e afirmou que não ficou surpresa com os nomes que foram divulgados a partir das delações.

Em 2014, Eliana foi candidata a senadora pela Bahia e acabou sendo questionada por uma doação recebida da Odebrecht. 'Não foi doação a Eliana Calmon, foi ao partido, ao PSB, que repassou para mim. Esse dinheiro está na minha declaração', justificou.

Notícias relacionadas