Política

STJ nega pedido de liminar para suspender processo contra mulher de Cabral

Maria Thereza de Assis Moura, ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de liminar que tentava suspender o processo contra Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, na 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, em decisão monocrática.[Leia mais...]

[STJ nega pedido de liminar para suspender processo contra mulher de Cabral]
Foto : Alexandre Brum / Agência O Dia

Por Jessica Galvão no dia 21 de Abril de 2017 ⋅ 15:31

Maria Thereza de Assis Moura, ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de liminar que tentava suspender o processo contra Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, na 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, em decisão monocrática.

Segundo a Agência Brasil, a ex-primeira dama teria tentado, através de liminares, mudar a competência para julgar o caso. O pedido de liminar foi apresentado por meio de um recurso ordinário contrário à decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).

Ainda segundo a publicação, na decisão, o TRF2 informou haver \'conexão entre os fatos imputados a Adriana Ancelmo no processo criminal decorrente da operação Calicute, e os processos originários de duas outras investigações em que, supostamente, também participavam integrantes da organização criminosa que atuava no esquema de corrupção no governo do Rio\'.

Notícias relacionadas