Política

Para evitar prisão preventiva, Mantega propõe acordo à PGR

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega propôs ao Ministério Público Federal no Distrito Federal um acordo para colaborar com as investigações da Operação Bullish. Os advogados de Mantega propuseram que ele esclareça alguns fatos investigados e colabore com as investigações e, em troca, ele não será alvo de um pedido de prisão preventiva. [Leia mais...]

[Para evitar prisão preventiva, Mantega propõe acordo à PGR]
Foto : Antonio Araújo / Câmara dos Deputados

Por Laura Lorenzo no dia 01 de Setembro de 2017 ⋅ 17:40

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega propôs ao Ministério Público Federal no Distrito Federal um acordo para colaborar com as investigações da Operação Bullish, de acordo com informações do jornal Estadão. Os advogados de Mantega propuseram que ele esclareça alguns fatos investigados e colabore com as investigações e, em troca, não seja alvo de um pedido de prisão preventiva.

A Bullish foi deflagrada em maio deste ano e investiga aportes bilionários do Banco Nacional de Desenvolvimento (BDNES) nas empresas do Grupo J&F, de Joesley Batista. Mantega foi citado pelo executivo durante a delação premiada firmada por ele com a Procuradoria-Geral da República.

O acordo, acertado com o procurador Ivan Marx, precisa ser homologado na 10.ª Vara Federal em Brasília.

Notícias relacionadas

[Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves]
Política

Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 08:32 em Política

Um dos alvos seria o banqueiro e dono do BTG, André Esteves. A casa e a sede do banco de Esteves são alvos de busca e apreensão