Política

Rebatendo críticas da oposição, Neto afirma que  ‘praticamente todos os políticos’ têm vídeos com Geddel

O prefeito ACM Neto (DEM), ao ser questionado, nesta quinta-feira(7) sobre vídeos em que aparece elogiando o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), que está cumprindo pena em prisão domiciliar e teve seu nome bastante repercutido após uma apreensão de R$ 51 milhões em um apartamento, afirmou que "praticamente todos os políticos da Bahia possuem" imagens desse tipo, minimizando a questão. Ele afirmou ainda que defende "celeridade nas apurações" dos crimes envolvendo o ex-ministro.[Leia mais...]

[Rebatendo críticas da oposição, Neto afirma que  ‘praticamente todos os políticos’ têm vídeos com Geddel]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Paloma Morais no dia 07 de Setembro de 2017 ⋅ 11:51

O prefeito ACM Neto (DEM), ao ser questionado, nesta quinta-feira(7) sobre vídeos em que aparece elogiando o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), que está cumprindo pena em prisão domiciliar e teve seu nome bastante repercutido após uma apreensão de R$ 51 milhões em um apartamento, afirmou que "praticamente todos os políticos da Bahia possuem" imagens desse tipo, minimizando a questão. Neto tem sido criticado pela oposição por causa desses registros. Ele afirmou ainda que defende "celeridade nas apurações" dos crimes envolvendo o ex-ministro.

“Vídeos ao lado de Geddel praticamente todos os políticos da Bahia possuem. O momento agora é de ter compromisso com as instituições, defender celeridade nas apurações. A lei deve ser aplicada com rigor para todos. Jamais iria passar a mão em qualquer atitude errada”, afirmou em entrevista ao site Bahi.ba durante o desfile de 7 de Setembro. Neto ainda afirmou que, desde a prisão de Geddel, não teve nenhum tipo de contato com ele. “Depois que ele foi preso, acho que até por decisão dele e cautela, ele restringiu muito o acesso de políticos à sua visitação. Desde esse momento não tenho tido contato com ele’, garantiu.

Ainda de acordo com o democrata, a situação de Geddel com a Justiça não afeta sua gestão. “Quem é o prefeito? […] As pessoas conhecem a minha postura de homem público. Quando o DEM enfrentou problemas com quadros seus, eu fui o primeiro a defender a expulsão”, disse.

Notícias relacionadas