Política

Ex-ministra diz que falta pulso a Cármen Lúcia: "Necessário para enfrentar feras"

Para a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça, Eliana Calmon, falta pulso a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia para enfrentar os ministros ligados a "movimentos políticos". Em entrevista à Rádio Metrópole nesta quarta-feira (4), Eliana ainda citou a "vaidade" do Supremo [Leia mais...]

[Ex-ministra diz que falta pulso a Cármen Lúcia:
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 04 de Outubro de 2017 ⋅ 08:52

Para a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, falta pulso a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, para enfrentar os ministros ligados a "movimentos políticos". Em entrevista à Rádio Metrópole nesta quarta-feira (4), Eliana ainda citou a "vaidade" do Supremo.

"Há uma grande vaidade entre os membros do Supremo, mas isso não vinha à público. O que há agora são as mesmas vaidades e as mesmas divergências, só que isso está sendo publicizado. A ministra Cármen Lúcia é uma mulher correta, decente, é uma franciscana, mas não tem o pulso necessário para enfrentar as feras que lá estão. O Gilmar Mendes, o Lewandowski, esses que estão ligados a movimentos políticos. Dentro do Supremo há uma queda de braço. Mesmo sendo senador é preciso que a ultima palavra seja do STF", disse.

Notícias relacionadas