Política

Imbassahy reafirma fundamentos para impeachment de Dilma: "Violou a Constituição"

Ministro da Secretaria do Governo de Michel Temer, Antonio Imbassahy (PSDB) reafirmou, em entrevista a Mário Kertész nesta terça-feira (17), que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi legítimo. De acordo com Imbassahy, Dilma violou a Constituição [Leia mais...]

[Imbassahy reafirma fundamentos para impeachment de Dilma:
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 17 de Outubro de 2017 ⋅ 08:44

Ministro da Secretaria do Governo de Michel Temer, Antonio Imbassahy (PSDB) reafirmou, em entrevista a Mário Kertész nesta terça-feira (17), que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi legítimo. De acordo com Imbassahy, Dilma violou a Constituição. "Quando se fez o impeachment, se fez porque teve o fundamento que ela violou a constituição. Havia uma consciência coletiva que a permanecia de Dilma pioraria o Brasil e o país caminharia para um abismo", argumentou.

O ministro disse ainda que o término da gestão de Temer, em 2018, será feito de forma democrática. "Recuperar a economia, avançar om as reformas e permitir que, ao final de 2018, os brasileiros possam escolher seus representantes", completou.

Notícias relacionadas