Política

Marcelo Miller admite ter visto rascunho de delação da JBS e diz que só fez ʹajustes linguísticosʹ

À Polícia Federal o ex-procurador Marcelo Miller afirmou, de acordo com o Jornal Folha de S. Paulo, que ajudou os irmãos Joesley e Wesley Batista, da JBS, a elaborar o documento de delação premiada para não ser descortês. O depoimento foi dado no último 10 de outubro, em Brasília. [Leia mais...]

[Marcelo Miller admite ter visto rascunho de delação da JBS e diz que só fez ʹajustes linguísticosʹ]
Foto : Divulgação

Por Luiza Leão no dia 18 de Outubro de 2017 ⋅ 19:52

À Polícia Federal o ex-procurador Marcelo Miller afirmou, de acordo com o Jornal Folha de S. Paulo, que ajudou os irmãos Joesley e Wesley Batista, da JBS, a elaborar o documento de delação premiada para não ser descortês. O depoimento foi dado no último 10 de outubro, em Brasília.

Segundo relato do ex-procurador, ele teria feito apenas ajustes linguísticos e gramaticais ao rascunho da delação que foi apresentado por Ricardo Saud, diretor do grupo. O objetivo seria a correção de erros. Miller afirma que Saud mostrou os documentos em março, e pediu que ele opinasse sobre o documento de delação.

O procurador defende que não se sentiu confortável em acessar o material já que não havia se desligado oficialmente do Ministério Público Federal (MPF), mas negou que tenha prestado auxílio jurídico.

Marcelo Miller é suspeito de ter favorecido os delatores enquanto ainda era procurador da República. Ele ainda vai prestar novos depoimentos.

Notícias relacionadas