Política

Defesa de Lula diz que pedido de bloqueio do MP não tem "base jurídica e materialidade"

Após o Ministério Público Federal de Brasília pedir para a Justiça bloquear R$ 24 milhões em bens e valores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do seu filho caçula, Luís Cláudio, a defesa do petista afirmou, em nota enviada à imprensa, nesta quinta-feira (16), que o pedido não tem ʹqualquer base jurídica e materialidadeʹ. [Leia mais...]

[Defesa de Lula diz que pedido de bloqueio do MP não tem
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 16 de Novembro de 2017 ⋅ 14:49

Após o Ministério Público Federal de Brasília pedir para a Justiça bloquear R$ 24 milhões em bens e valores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do seu filho caçula, Luís Cláudio, a defesa do petista afirmou, em nota enviada à imprensa, nesta quinta-feira (16), que o pedido não tem ʹqualquer base jurídica e materialidadeʹ.

"Não há no pedido apresentado pelo MPF indicação de provas a respeito das afirmações ali contidas, que partem de certezas delirantes sobre a “influência” de Lula na compra de caças pelo País e na ausência de veto em relação a um dos artigos de uma medida provisória (MP 627/2013)", diz a nota.

O pedido é baseado em um desdobramento da Operação Zelotes e está relacionado à prorrogação de incentivos fiscais destinados a montadoras de veículos por meio de Medida Provisória editada pela administração petista e às negociações do governo brasileiro para a compra de caças suecos.

Lula foi denunciado pelo MPF por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Um dos empresários envolvidos no caso teria repassado R$ 2,5 milhões a uma empresa de marketing esportivo de Luís Cláudio. 

Notícias relacionadas