Sexta-feira, 06 de agosto de 2021

Política

TRF2 nega pedido de habeas corpus a filho de Jorge Picciani

A decisão, por maioria, é resultado da apreciação do mérito do pedido, uma vez que o habeas corpus já havia sido indeferido, liminarmente, pelo relator do caso no tribunal, desembargador federal Paulo Espírito Santo. [Leia mais...]

TRF2 nega pedido de habeas corpus a filho de Jorge Picciani

Foto: Divulgação

Por: Alexandre Galvão no dia 15 de março de 2018 às 09:40

A 1ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) negou o pedido de habeas corpus apresentado por Felipe Picciani, filho do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani.

Os dois estão presos na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio, no âmbito da Operação Cadeia Velha, um desdobramento da Operação Lava Jato, que investiga o recebimento de propinas a integrantes da Alerj em troca do favorecimento a empresas de transporte do município.

A decisão, por maioria, é resultado da apreciação do mérito do pedido, uma vez que o habeas corpus já havia sido indeferido, liminarmente, pelo relator do caso na Corte, desembargador federal Paulo Espírito Santo.

A prisão temporária de Felipe Picciani ocorreu no dia 14 de novembro. No dia 27 do mesmo mês, foi convertida em preventiva pelo desembargador Abel Gomes, do TRF2. A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) apontou o suposto envolvimento de Felipe Picciani, sócio do pai na empresa Agrobilara, no esquema de lavagem de dinheiro de propinas pagas a deputados da Alerj, por empresários da área de transportes urbanos da capital fluminense.

De acordo com o MPF, a lavagem do dinheiro proveniente da corrupção ocorria por meio de negociação de gado por preços superfaturados.

TRF2 nega pedido de habeas corpus a filho de Jorge Picciani - Metro 1