Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Após conversa com Neto, Lúcio diz que MDB não vai pedir vaga na majoritária

“Foi uma conversa normal, que faz parte do script. Ele mostrou que está refletindo e que quer criar as condições para a oposição ganhar”, disse. [Leia mais...]

[Após conversa com Neto, Lúcio diz que MDB não vai pedir vaga na majoritária ]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 22:30

O deputado Lúcio Vieira Lima (MDB) foi recebido pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), na noite de hoje no Palácio Thomé de Souza. Segundo o emedebista, a conversa tratou apenas da parte política — sem citar, portanto, problemas judiciais enfrentados pela legenda e quadros do partido.

Na conversa, assevera Lúcio ao Metro1, o PMDB deixou claro que não tem mais a pretensão de disputar uma vaga na majoritária. “Isso eu já disse para ele. Se ele quer agregar outros partidos, não vamos brigar por espaço. Temos que ganhar a eleição com Neto ou sem Neto”, afirmou.

Lúcio disse ainda que não ficou claro se o prefeito será ou não candidato ao governo. Alega ainda que a legenda não fez nenhum pedido para apoiar o prefeito. Hoje, também ao Metro1, o democrata disse que decidiria o seu futuro político neste fim de semana.

“Foi uma conversa normal, que faz parte do script. Ele mostrou que está refletindo e que quer criar as condições para a oposição ganhar”, disse.

Para Lúcio Vieira Lima, não será motivo de embate uma provável saída do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, do MDB. Especulações apontam que ele pode ir para o PR ou PP. “Filiação partidária é de cada um. Não criarei óbice se a decisão dele for essa”.

Notícias relacionadas