Política

Após conversa com Neto, Lúcio diz que MDB não vai pedir vaga na majoritária

“Foi uma conversa normal, que faz parte do script. Ele mostrou que está refletindo e que quer criar as condições para a oposição ganhar”, disse. [Leia mais...]

[Após conversa com Neto, Lúcio diz que MDB não vai pedir vaga na majoritária ]
Foto :Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 22:30

O deputado Lúcio Vieira Lima (MDB) foi recebido pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), na noite de hoje no Palácio Thomé de Souza. Segundo o emedebista, a conversa tratou apenas da parte política — sem citar, portanto, problemas judiciais enfrentados pela legenda e quadros do partido.

Na conversa, assevera Lúcio ao Metro1, o PMDB deixou claro que não tem mais a pretensão de disputar uma vaga na majoritária. “Isso eu já disse para ele. Se ele quer agregar outros partidos, não vamos brigar por espaço. Temos que ganhar a eleição com Neto ou sem Neto”, afirmou.

Lúcio disse ainda que não ficou claro se o prefeito será ou não candidato ao governo. Alega ainda que a legenda não fez nenhum pedido para apoiar o prefeito. Hoje, também ao Metro1, o democrata disse que decidiria o seu futuro político neste fim de semana.

“Foi uma conversa normal, que faz parte do script. Ele mostrou que está refletindo e que quer criar as condições para a oposição ganhar”, disse.

Para Lúcio Vieira Lima, não será motivo de embate uma provável saída do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, do MDB. Especulações apontam que ele pode ir para o PR ou PP. “Filiação partidária é de cada um. Não criarei óbice se a decisão dele for essa”.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo