Política

Desembargadora que atacou Marielle sugeriu fuzilamento de Jean Wyllys

O parlamentar afirmou que irá apresentar uma queixa-crime contra a magistrada, "por ter cometido incitação ao crime de homicídio, e o PSOL do Rio de Janeiro vai representar contra ela para que seja afastada do cargo, mas precisamos refletir sobre a gravidade moral e institucional desses fatos". [Leia mais...]

[Desembargadora que atacou Marielle sugeriu fuzilamento de Jean Wyllys ]
Foto : Reprodução/ Veja

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Março de 2018 ⋅ 08:00

A desembargadora do Rio de Janeiro, Marília Castro Neves, que divulgou uma falsa ligação entre a vereadora da cidade, Marielle Franco, e uma quadrilha, também já propôs o fuzilamento do deputado federal Jean Wyllys.

"Eu, particularmente, sou a favor de um paredão profilático para determinados entes… O Jean Willis (sic), por exemplo, embora não valha a bala que o mate e o pano que limpe a lambança, não escaparia do paredão", escreveu Castro Neves na rede social em 29 de dezembro de 2015.

O parlamentar afirmou que irá apresentar uma queixa-crime contra a magistrada, "por ter cometido incitação ao crime de homicídio, e o PSOL do Rio de Janeiro vai representar contra ela para que seja afastada do cargo, mas precisamos refletir sobre a gravidade moral e institucional desses fatos".

Notícias relacionadas

[Mesmo com ordem de repouso, Bolsonaro antecipa volta ao cargo]
Política

Mesmo com ordem de repouso, Bolsonaro antecipa volta ao cargo

Por Juliana Rodrigues no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 07:40 em Política

Embora tenha dito estar bem, o presidente admitiu que só voltará "à atividade 100%" depois da viagem para os Estados Unidos, marcada para o dia 23 de setembro