Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Rui e aliados lançam site ‘Correria Pela Democracia’ para ‘combater ataques’

Informalmente, membros do governo Rui afirmaram que o site não tem dedo da administração estadual, apesar de o nome remeter à forma como o governador é identificado em postagens da Secom (Secretaria de Comunicação). [Leia mais...]

[Rui e aliados lançam site ‘Correria Pela Democracia’ para ‘combater ataques’]
Foto : Reprodução / Facebook

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Março de 2018 ⋅ 11:40

O governador Rui Costa e aliados criaram um canal para combater os “ataques” que afirmam receber da imprensa e do Judiciário. A divulgação foi feita pela página oficial do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, pré-candidato do PT ao Senado, no Facebook.

Às vésperas da eleição, o site “Correria Pela Democracia” quer colher e-mails e telefones da população para rebater possíveis materiais que maculem a imagem do governo e de petistas.

Procurado pelo Metro1, o líder do governo na Assembleia Legislativa (AL-BA), Zé Neto (PT), negou que a ação seja um componente de pré-campanha.

“É uma campanha da gente com Rui. É com relação a essas agressões que têm acontecido nesse processo que estamos vivendo. Queremos combater vários aspectos. Você vê que a coisa está feia quando um vereador qualquer, sem história nenhuma, interpela uma universidade através de um juiz”, afirmou, ao lembrar do processo movido por Alexandre Aleluia (DEM) contra a disciplina do “golpe” que será ministrada na Ufba (Universidade Federal da Bahia).

O parlamentar disse também que “outros processos” contribuíram para a formulação do site. “Aí vem esse ambiente de conturbação que vai desde a morte de Marielle. Ali tem o dedo da política conservadora. Aí você vê as perseguições na Bahia, como nosso empréstimo. A gente quer ter elementos e distribuir informações”, contou.

Informalmente, membros do governo Rui afirmaram que o site não tem dedo da administração estadual, apesar de o nome remeter à forma como o governador é identificado em postagens da Secom (Secretaria de Comunicação).

Notícias relacionadas