Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

STF adia julgamento de habeas corpus de Lula para abril

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu adiar o julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o dia 4 de abril, data da próxima sessão da Corte. A decisão ocorreu após os ministros julgarem a admissibilidade do pedido feito pela defesa do petista. Na próxima semana, os ministros não vão se reunir devido à Semana Santa. [Leia mais...]

[STF adia julgamento de habeas corpus de Lula para abril]
Foto : Rosinei Coutinho/SCO/STF

Por Matheus Simoni no dia 22 de Março de 2018 ⋅ 18:54

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu adiar o julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o dia 4 de abril, data da próxima sessão da Corte. A decisão ocorreu após os ministros julgarem a admissibilidade do pedido feito pela defesa do petista. Na próxima semana, os ministros não vão se reunir devido à Semana Santa.

O placar final foi de 7 a 4. Foram favoráveis ao julgamento os ministros Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Celso de Mello. Agora, os magistrados partem para o julgamento do mérito da questão.

O STF também determinou a concessão de uma liminar que evita a prisão de Lula em caso de cumprimento de uma prisão em segunda instância por parte do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que condenou o petista a 12 anos e 1 mês de prisão no caso do triplex do Guarujá. 

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"