Política

Próximo presidente do STF, Toffoli toma protagonismo com decisões polêmicas

Toffoli foi relator do habeas corpus que, por maioria na Segunda Turma do Supremo, mandou Jorge Picciani (MDB-RJ) do presídio para a prisão domiciliar. [Leia mais...]

[Próximo presidente do STF, Toffoli toma protagonismo com decisões polêmicas ]
Foto : Fillipe Sampaio / STF

Por Alexandre Galvão no dia 29 de Março de 2018 ⋅ 06:47

Próximo ministro a assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli assumiu o protagonismo nos últimos dias por meio de polêmicas. De acordo com a Folha, o fato é uma mostra do que a Corte deve se tornar na gestão dele.

Durante o julgamento em que a denúncia contra o senador Romero Jucá e o empresário Jorge Gerdau foi rejeitada, chegou a dizer que a acusação tentou “criminalizar a política”. Nesta quarta (28), surpreendeu ao cassar a decisão de um colega para mandar Paulo Maluf à prisão domiciliar.

Toffoli foi relator do habeas corpus que, por maioria na Segunda Turma do STF, mandou Jorge Picciani (MDB-RJ) do presídio para a prisão domiciliar. Em outra decisão rumorosa, suspendeu a inelegibilidade de Demóstenes Torres, e liberou o ex-senador, cassado por ligações com um bicheiro, a concorrer este ano.

Notícias relacionadas