Política

PF prende José Yunes, ex-assessor e amigo de Michel Temer

De acordo com o G1, a decisão foi autorizada pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso. [Leia mais...]

[PF prende José Yunes, ex-assessor e amigo de Michel Temer ]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 29 de Março de 2018 ⋅ 07:24

A Polícia Federal prendeu, na manhã de hoje (29), José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer. De acordo com o G1, a decisão foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Em 2017, o Congresso em Foco revelou que os bens mais valiosos de Temer pertenciam a Yunes.

Ele pediu demissão do cargo em dezembro e prestou depoimento voluntário ao Ministério Público em fevereiro, quando afirmou que foi “mula involuntária” do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Uma casa, duas salas comerciais e um andar inteiro em um prédio na cidade de São Paulo fazem parte da lista de bens que foram vendidos por Yunes e as empresas dele para a família Temer. Apesar do padrão curioso e de algumas transações não terem seguido o padrão convencional, a revista não detectou nenhuma ilegalidade nas atividades.

As propriedades somavam R$ 18 milhões antes de serem vendidas ao mandatário. Uma das transações que mais chamam a atenção é a do andar em um prédio na capital paulista. O edifício está localizado em área nobre da cidade e foi construído pela família de Yunes. Temer comprou o pavimento em 2011 por R$ 2,2 milhões. O montante equivale a apenas um terço do valor de mercado para um imóvel na região à época. Atualmente, o valor estimado é de R$ 14 milhões.

Notícias relacionadas