Política

Empresa recorre, mas prefeitura mantém vitória da NM em obra

A NM, do empresário Nicolau Emanoel Marques Martins Júnior, esteve no centro da operação Copérnico, deflagrada no ano de 2016 contra um esquema que tinha como alvo os contratos firmados pelo Instituto Médico Cardiológico da Bahia (IMCBA). [Leia mais...]

[Empresa recorre, mas prefeitura mantém vitória da NM em obra ]
Foto :

Por Alexandre Galvão no dia 02 de Abril de 2018 ⋅ 11:20

A empresa Ebisa Engenharia recorreu contra a Construtora NM, que venceu a licitação da requalificação urbanística da Igreja do Bonfim e da praça da Base da Colina, na Cidade Baixa de Salvador. O recurso, no entanto, foi negado pela administração municipal.

A NM, do empresário Nicolau Emanoel Marques Martins Júnior, esteve no centro da operação Copérnico, deflagrada no ano de 2016 contra um esquema que tinha como alvo os contratos firmados pelo Instituto Médico Cardiológico da Bahia (IMCBA).

Na ocasião, o empreiteiro foi preso sob a acusação de ter desviado verbas em contratos de cerca R$ 750 milhões com as prefeituras de Salvador, Candeias, São Francisco do Conde, Lauro de Freitas e Madre de Deus, entre os anos de 2012 e 2015.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo