Política

Governador recebe presidente da Vinci Airports e discute obras no aeroporto

A Vinci Airports arrematou o aeroporto de Salvador por aproximadamente R$ 660,9 milhões e a concessão para operar o terminal tem prazo de 30 anos. Além de Salvador, a empresa é responsável pela administração de mais 35 aeroportos distribuídos entre seis países. [Leia mais...]

[Governador recebe presidente da Vinci Airports e discute obras no aeroporto]
Foto : Mateus Pereira/GOVBA

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Abril de 2018 ⋅ 07:20

O governador Rui Costa se reuniu com representantes da empresa francesa Vinci Airports e secretários de governo, na tarde de ontem (18), para discutir as obras de requalificação do aeroporto de Salvador. A empresa é a vencedora do leilão realizado em 2017 e assumiu a administração do terminal em 2 de janeiro de 2018.

O aeródromo deve passar por obras de ampliação e melhoria de infraestrutura que, de acordo com o cronograma, devem ser concluídas até outubro de 2019. Para o aeroporto da capital baiana foram realizadas exigências contratuais que contemplam a ampliação dos terminais de passageiros, pistas de pouso e decolagem.

A Vinci Airports arrematou o empreendimento por aproximadamente R$ 660,9 milhões e a concessão para operar o terminal tem prazo de 30 anos. Além de Salvador, a empresa é responsável pela administração de mais 35 aeroportos distribuídos entre seis países.

O CEO do Grupo Vinci Airports, Nicolas Notebeart, destacou o potencial da Bahia para a atração de turistas e revelou que as mudanças já foram iniciadas. “A gente quer melhorar o número de turistas que vem pra Salvador e trabalhar muito nos próximos meses para entregar um aeroporto novo e com significativa melhoria na qualidade do serviço. A gente já começou as mudanças desde terça-feira (17), com a implantação de wi-fi grátis, o que é nosso primeiro grande movimento”, afirmou.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo