Política

Lava Jato acha R$ 15 mil em conta de braço direito de Beto Richa

Juiz Sérgio Moro mandou bloquear R$ 10 milhões das contas de Deonilson Roldo e de outros investigados da Operação Piloto

[Lava Jato acha R$ 15 mil em conta de braço direito de Beto Richa]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 14 de Setembro de 2018 ⋅ 16:00

O juiz Sérgio Moro mandou bloquear R$ 10 milhões do ex-chefe de gabinete Deonilson Roldo, braço direito do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), e outros investigados na Operação Piloto, fase 53 da Lava Jato. O Banco Central encontrou R$ 15.387,30 em uma conta aliado do tucano.

Outros R$ 54.649,22 foram encontrados na conta da mulher do empresário Jorge Theodócio Atherino, suposto operador de Beto Richa. Já nas contas da R.F Participações, ligada a familiares do empresário, foram encontrados R$ 13.912,41.

Beto Richa foi preso na última terça-feira (11) pela Operação Radiopatrulha, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), braço do Ministério Público do Paraná.

Fernanda Richa, mulher do tucano, Pepe Richa, irmão dele, e Donilson Roldo também foram presos na Operação Radiopatrulha. 

As detenções estão relacionadas a investigações sobre supostos desvios de verbas no Programa Patrulha do Campo, para manutenção de estradas rurais entre 2012 e 2014.

Notícias relacionadas