Política

Sem voto, Henrique Meirelles investe em seu legado econômico

Interlocutores da confiança do emedebista dizem que, mesmo no caso da previsível derrota, os R$ 45 milhões que colocou do próprio bolso na campanha darão retorno

[Sem voto, Henrique Meirelles investe em seu legado econômico]
Foto : Sergio Dutti

Por Alexandre Galvão no dia 03 de Outubro de 2018 ⋅ 09:20

Sem sair dos 3% de intenção de voto, Henrique Meirelles (MDB) aposta na defesa do legado econômico: "Vão lembrar o que fiz por eles no Banco Central e no Ministério da Fazenda". 

O ex-ministro que os marqueteiros tentam fazer conhecido não se resume ao financista que passou pelo governo federal, ganhou prêmio de banqueiro central do ano e foi o primeiro brasileiro a chefiar o BankBoston mundial. 

Para cair no gosto do eleitor, precisa da embalagem de homem interiorano de Goiás, que, após a infância em escola pública, ascendeu por esforço próprio. Ele nasceu em Anápolis, já com política no DNA.

De acordo com a Folha, interlocutores da confiança do emedebista dizem que, mesmo no caso da previsível derrota, os R$ 45 milhões que colocou do próprio bolso na campanha darão retorno. O investimento terá servido para mostrar seu papel no avanço do consumo vivido pela classe C nos anos Lula.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo