Política

Major Costa e Silva e assessor têm alta após disparos contra carro do candidato

Postulante ao governo paulista estava armado e usava colete à prova de balas no momento do crime

[Major Costa e Silva e assessor têm alta após disparos contra carro do candidato]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Marina Hortélio no dia 04 de Outubro de 2018 ⋅ 16:00

Após ter sido alvo de disparos na noite de ontem (3), o candidato da Democracia Cristã ao governo do estado de São Paulo, Major Costa e Silva, recebeu alta do Hospital Santa Helena, no começo da tarde de hoje (4), em Santo André.

O crime aconteceu na Estrada Cooperativa, em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, e foi registrado na delegacia do município. O postulante sofreu ferimentos leves com o acidente.

O assessor dele, capitão Hamilton Munhoz, também estava dento do carro e levou um tiro nas costas. A bala, entretanto, ficou presa no colete de proteção. De acordo com o boletim médico divulgado hoje pelo Hospital Santa Helena, o oficial também recebeu alta médica nesta tarde.

De acordo com a Polícia Militar, o capitão e o major estavam armados e usavam colete à prova de balas no momento do crime. A candidata a vice, cabo Fátima, afirmou que Costa e Silva sofria ameaças, mas não faz sabe quem o ameaçava.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo