Política

Cúpula do Judiciário garante confiança em urnas eletrônicas

O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, questiona a legitimidade do sistema de voto eletrônico utilizado pelo Brasil

[Cúpula do Judiciário garante confiança em urnas eletrônicas]
Foto : Nelson Jr./Ascom/TSE

Por Marina Hortélio no dia 06 de Outubro de 2018 ⋅ 17:30

A cúpula do Judiciário defendeu a inviolabilidade do sistema de voto eletrônico hoje (6) durante a cerimônia de verificação das urnas. O presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, questiona a legitimidade do processo de votação utilizado pelo Brasil.

A presidente de TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Rosa Weber, ressaltou a segurança do processo. "Nosso sistema eletrônico de votação é ágil, seguro, confiável, e, sobretudo, auditável", afirmou. Ela disse ainda que nunca houve na história um caso comprovado de fraude.

A procuradora-geral da União, Raquel Dodge, também disse que o sistema eleitoral é seguro e garante eleições hígidas. "Estamos assegurando que a vontade do eleitor será aquela depositada na urna amanhã. Isso é importante para o sistema democrático", completou.

Na cerimônia, o presidente do STF (Superior Tribunal Federal), Dias Toffoli, relembrou ainda que, de acordo com pesquisa do DataFolha, a maioria dos brasileiros aponta a democracia como a melhor forma de governo.

Notícias relacionadas