Política

TRE marca julgamento da desfiliação de Marcelle Moraes do PV

A legisladora tenta deixar a sigla por, segundo ela, ser "perseguida" por membros da legenda

[TRE marca julgamento da desfiliação de Marcelle Moraes do PV]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 18 de Outubro de 2018 ⋅ 08:40

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) marcou para a próxima segunda-feira (22) a análise de pedido de desfiliação da vereadora Marcelle Moraes, do PV. A legisladora tenta deixar a sigla por, segundo ela, ser "perseguida". Seu irmão, o deputado estadual Marcell Moraes, deixou o partido durante a janela partidária e migrou para o PSDB. 

Em junho, o juiz Freddy Carvalho Pitta Lima decidiu, liminarmente (de forma temporária), que Marcelle não poderia deixar o partido.  

Segundo ele, não ficou provado nos autos que ela sofria perseguição de outros membros da legenda. "Insta ressaltar que os documentos juntados à petição inicial não demonstram a discriminação da vereadora pelo seu gênero ou por qualquer outro motivo, inclusive o áudio do vereador Sabá apenas evidencia que o PV, em sua maioria, resolveu trocar a vice-liderança partidária, sem usar deste direito como um artifício para discriminar a vereadora ou afastá-la do processo eleitoral", diz.

Notícias relacionadas