Política

Investigado na Condotieri consegue habeas corpus no TRE-BA

A Condotieri teve como objetivo o combate a crimes eleitorais cometidos em 2016 e além da Bahia, houve ações da PF no Rio de Janeiro e Mato Grosso

[Investigado na Condotieri consegue habeas corpus no TRE-BA]
Foto : Divulgação/Polícia Federal

Por Alexandre Galvão no dia 18 de Outubro de 2018 ⋅ 09:20

Arrolado na Operção Condotieri, deflagrada pela Polícia Federal em Vitória da Conquista, na Bahia, Humberto Magalhães da Silva conseguiu hoje (18) um habeas corpus no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Silva cumpria medidas cautelares e estava impedido de assumir função pública, acessar qualquer repartição pública na cidade e até mesmo se ausentar de Conquista, ou da casa onde mora, por cinco dias, sem avisar às autoridades judiciais. 

A Condotieri teve como objetivo o combate a crimes eleitorais cometidos em 2016 e além da Bahia, houve ações da PF no Rio de Janeiro e Mato Grosso. No mês passado, outro investigado também se livrou de medidas cautelares.

Segundo a apuração, Humberto Magalhães era integrante do esquema criminoso montado pelo vereador Rodriguo de Oliveira Silva Moreira. Aponta o inquérito que Humberto Silva era o responsável por manter o vereador informado. 

Para o desembargador Jatahy Júnior, que liberou o investigado das cautelares, "não há  atribuição ao paciente de participação nas condutas típicas apuradas, inexistindo sequer indícios de sua responsabilidade".

Notícias relacionadas