Política

Eliana Calmon muda discurso e pode assumir ministério: 'Vamos ver'

De acordo com o presidente nacional do PSL e um dos colaboradores mais próximos de Bolsonaro, Gustavo Bebianno, Eliana pode ser a nova ministra da Justiça

[Eliana Calmon muda discurso e pode assumir ministério: 'Vamos ver']
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 29 de Outubro de 2018 ⋅ 15:59

Ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon mudou o discurso e agora admite que pode compor a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). 

Em entrevista ao Metro1, ele disse que "vai pensar", caso seja formalmente convidada. 

"Veja bem, não passa de especulação, não recebi convite. Só vi pelos jornais, vamos pensar e ver. Chegando, vamos avaliar", afirmou. 

De acordo com o presidente nacional do PSL e um dos colaboradores mais próximos de Bolsonaro, Gustavo Bebbiano, Eliana pode ser a nova ministra da Justiça. 

Antes da vitória do deputado federal, a jurista baiana disse não estar interessada em compor a Esplanada dos Ministérios. ""Está completamente descartada [ter cargo no governo]. Foi uma das minhas condições. Eu disse a ele que não queria cargo, não gostaria de participar do governo, mas queria ser uma interlocutora para falar sobre a área que eu sei [o Direito].Até agora não temos uma pessoa que possa assessorá-lo bem no Judiciário para que possa fazer assessoria nesse sentido. Foi uma das minhas condições. Estou hipotecando essa solidariedade, mas como cidadã brasileira, não quero cargos", afirmou.

Após isso, Calmon fez sua estreia na propaganda do então candidato, e disse estar "horrorizada" com as propostas do PT para o Judiciário.

Notícias relacionadas