Política

Prefeito retira urgência do projeto que regulamenta Uber e só deve ser votado no próximo ano

ACM Neto defende limitar número de carros na cidade, mas Câmara é contra

[Prefeito retira urgência do projeto que regulamenta Uber e só deve ser votado no próximo ano]
Foto : Divulgação

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 31 de Outubro de 2018 ⋅ 09:20

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), retirou a urgência do projeto que regulamenta o Uber na capital baiana e só deve ser votado no próximo ano. 

A decisão do gestor soteropolitano foi tomada após pedido dos taxistas, que querem convencer os vereadores a limitar o número de carros do Uber. A prefeitura defende que 7,2 mil veículos rodem, mas a relatora Lorena Brandão (PSC) diz que a proposta é inconstitucional. 

Ao Metro1, o presidente da Câmara de Salvador, Leo Prates (DEM), disse que, com a retirada do pedido de urgência, não há nenhuma previsão de quando a matéria será votada. Antes, estava prevista para ser apreciada no dia 12 de outubro no plenário do Legislativo.

Notícias relacionadas