Política

STF intima Eduardo Bolsonaro a se explicar por denúncia de ameaça

A jornalista Patrícia Lélis alega ter sido ameaçada pelo parlamentar por desmentir publicamente que tivesse um relacionamento com ele

[STF intima Eduardo Bolsonaro a se explicar por denúncia de ameaça]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 02 de Novembro de 2018 ⋅ 18:30

O Supremo Tribunal Federal notificou, nesta semana, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), para prestar esclarecimentos da denúncia de ameaça a uma jornalista.

Aberto em agosto do ano passado pela Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, o processo se baseia no depoimento e em conversas no aplicativo de mensagens Telegram fornecidas pela jornalista Patrícia Lélis, que alega ter sido ameaçada pelo parlamentar por desmentir publicamente que tivesse um relacionamento com ele.

O responsável pelo caso no STF, o ministro Luís Roberto Barroso, notificou o deputado para que ele concedesse a própria versão dos fatos, mas Eduardo não respondeu.

De acordo com a denúncia, ele ameaçou “acabar com a vida” da jornalista e usou diversas palavras de baixo calão para se referir a ela.

Após tentativas de notificação, somente em 30 de outubro deste ano um oficial de Justiça conseguiu intimar Eduardo Bolsonaro. O parlamentar tem até 14 de novembro para responder.

Notícias relacionadas