Política

Aliados de Bolsonaro falam em revogar PEC da Bengala, diz coluna

A manobra permitiria que o presidente eleito pudesse indicar quatro e não dois ministros do STF até o fim do governo

[Aliados de Bolsonaro falam em revogar PEC da Bengala, diz coluna]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 03 de Novembro de 2018 ⋅ 19:00

Em uma manobra para que o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), possa indicar quatro e não dois ministros do Supremo Tribunal Federal até o fim do governo, os aliados do próximo mandatário falam em revogar a PEC da Bengala, que aumentou de 70 para 75 anos a aposentadoria no STF. As informações são da Coluna do Estadão.

Caso o Congresso consiga mudar a idade máxima de 75 para 70 anos, os ministros Celso de Mello, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski vão ter que deixar a Corte imediatamente. Perante a regra atual, apenas Celso de Mello e Marco Aurélio Mello saem em 2020 e 2021, respectivamente.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar