Política

Ex-deputado Roberto Britto assume direção da EGBA

Ex-prefeito do município de Jequié, sudoeste baiano, o parlamentar havia desistido de tentar se reeleger à Câmara Federal

[ Ex-deputado Roberto Britto assume direção da EGBA]
Foto : Agência Câmara

Por Juliana Almirante no dia 04 de Abril de 2019 ⋅ 08:20

O ex-deputado federal Roberto Britto (PP) ganhou um cargo no governo Rui Costa (PT). Ele passa a assumir o cargo de diretor geral da Empresa Gráfica da Bahia (EGBA), vinculada à Casa Civil.

A nomeação saiu no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (4). Além de produzir o próprio Diário, a EGBA é reponsável por serviços de gestão documental e certificação digital. O ex-diretor do órgão era Luiz Gonzaga Fraga de Andrade. 

Ex-prefeito do município de Jequié, sudoeste baiano, Roberto Britto havia desistido de tentar se reeleger à Câmara Federal, no ano passado, e se candidatou à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). No entanto, acabou com menos de 40 mil votos e não foi eleito. 

O ex-deputado foi alvo de ação por improbidade administrativa no âmbito da Operação Lava Jato em 2017, junto com outros dez políticos do PP. Ele cheogu a ter os bens bloqueados pela Justiça, depois que o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou que o Britto e outros parlamentares pepistas recebiam R$ 30 mil mensais de propinas pagas por empreiteiras do cartel que atuava manipulando licitações da estatal.

À época, a defesa de Roberto Britto argumentou à Justiça que o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou a denúncia penal contra o ex-deputado por insuficiência de provas e que os valores restringidos seriam superiores ao valor da doação eleitoral, de R$ 150 mil, havendo desproporcionalidade.

Notícias relacionadas