Política

Em depoimento à PF, Lula fica calado e alega não ter acesso a investigações

Já a PF em Curitiba informou que a defesa do ex-presidente tem amplo acesso aos documentos que integram os inquéritos

[Em depoimento à PF, Lula fica calado e alega não ter acesso a investigações]
Foto : Fernando Frazão/ Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 05 de Abril de 2019 ⋅ 14:40

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu ficar calado ao ser questionado durante o depoimento na superintendência da Polícia  Federal (PF) em Curitiba nesta sexta-feira (5).

De acordo com o UOL, o petista foi orientado pela defesa a não responder, ao alegar que não teve acesso aos documentos relativos à investigação. 

 "A defesa não teve acesso aos autos do inquérito e pediu para que o depoimento seja realizado depois do acesso à íntegra dos documentos. Ninguém é obrigado a depor sobre documentos ocultos", declarou o advogado Cristiano Zanin, que esteve com Lula na PF. 

Em resposta ao questionamento do advogado, a PF em Curitiba informou que a defesa do ex-presidente tem amplo acesso aos documentos que integram os inquéritos. 

Notícias relacionadas