Política

AGU volta a defender continuidade de inquérito sobre ofensas ao STF aberto por Toffoli

Abertura do inquérito gerou críticas de membros do Ministério Público e do Judiciário

[ AGU volta a defender continuidade de inquérito sobre ofensas ao STF aberto por Toffoli]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 22 de Abril de 2019 ⋅ 16:00

A Advocacia Geral da União (AGU) enviou na sexta-feira (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) manifestação defendendo a continuidade do inquérito aberto por Dias Toffoli para apurar supostas ameaças e ofensas dirigidas ao tribunal e seus ministros. Essa posição já havia sido adotada pela AGU em ação apresentada pela Rede Sustentabilidade.

Na nova manifestação, a AGU afirma que não há comprovação de que integrantes do Ministério Público são alvos de investigações. O órgão defende também a escolha do ministro Alexandre de Moraes para comandar as investigações.
A abertura do inquérito foi criticada por integrantes do Ministério Público e do Judiciário.

O inquérito também foi razão de polêmica quando Moraes retirou do ar reportagens e notas que citam Dias Toffoli no site O Antagonista e na revista Crusoé.

Notícias relacionadas