Política

Senador dá emprego de R$ 23 mil para Leo Índio, primo dos filhos de Bolsonaro

Chico Rodrigues (DEM-RR) disse ter escolhido o estudante de administração por "feeling"

[Senador dá emprego de R$ 23 mil para Leo Índio, primo dos filhos de Bolsonaro]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 25 de Abril de 2019 ⋅ 09:20

Vice-líder do governo, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) contratou Leonardo Rodrigues de Jesus, como assessor parlamentar, segundo maior cargo de seu gabinete, com um salário de R$ 22,9 mil mensais.

Conhecido como Leo Índio, ele é primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro e pessoa de confiança do vereador Carlos Bolsonaro. O salário do cargo só é menor que o do chefe de gabinete, que recebe R$ 26,9 mil por mês.

Leonardo é estudante de administração e não tem experiência parlamentar. O senador afirmou à Folha de S. Paulo que a escolha do novo assessor se deu por "feeling" e "desenvoltura" após ter recebido indicação de uma assessora. Ele nega ter atendido a pedidos de emprego da família Bolsonaro e disse que a seleção se deu porque ele está "apostando em jovens".

Notícias relacionadas