Política

'Brasil não pode ser país do mundo gay", diz Bolsonaro

O presidente comentou a recusa do Museu Americano de História Natural

['Brasil não pode ser país do mundo gay
Foto : AFP/Evaristo Sá

Por Catarina Lopes no dia 25 de Abril de 2019 ⋅ 22:00

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) observou que tem imagem de homofóbico no exterior ao justificar a recusa do Museu Americano de História Natural, em Nova York, de sediar o evento que o homenageia, organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. "Eu comecei a assumir essa pauta conservadora. Essa imagem de homofóbico ficou lá fora", comenta. Quando questionado se isso prejudica investimentos, disse que "o Brasil não pode ser um país do mundo gay, de turismo gay. Temos famílias".

Ele também afirmou que não se importa com o local que a homenagem ocorrerá. "Eu recebo (a homenagem) na praia, numa praça pública. Não é o museu que está me homenageando. O que houve foi pressão do governo local, que é democrata, e eu sou aliado do Donald Trump (republicano)".

Notícias relacionadas