Política

'Se Bolsonaro não me quer, é só me dizer', diz Mourão a familiares

Vice-presidente se envolveu em crise relacionada ao filho de Jair Bolsonaro, o vereador do Rio de Janeiro Carlos

['Se Bolsonaro não me quer, é só me dizer', diz Mourão a familiares]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 26 de Abril de 2019 ⋅ 13:40

O vice-presidente Hamilton Mourão disse a familiares que não descarta a saída de renunciar, diante da crise relacionada ao filho do presidente, o vereador do Rio Carlos Bolsonaro. 

A informação é da edição de hoje (26) da Revista Veja. 

Segundo a publicação, no domingo, na companhia de parentes, o general estava calado, triste e teve até teve picos de pressão. “Se ele (Bolsonaro) não me quer, é só me dizer. Pego as coisas e vou embora”, desabafou aos familiares. 

“O presidente nunca me disse para parar, para não falar com essa ou aquela pessoa. Então, entendo que não estou fazendo nada de errado. Mas se ele quiser que eu pare…”, disse o general. 

Notícias relacionadas