Política

TCU pede suspensão de compra de lagostas e vinhos pelo STF

Licitação de 1,3 milhões ia para medalhões de lagosta e vinhos premiados

[TCU pede suspensão de compra de lagostas e vinhos pelo STF]
Foto : Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 02 de Maio de 2019 ⋅ 20:30

O Tribunal de Contas da União (TCU) pediu a suspensão da licitação de R$ 1,3 milhões do Supremo Tribunal Federal (STF) que iria para a compra de itens requintados, como medalhões de lagosta e vinhos premiados, para cafés da manhã, brunch, almoços, coquetéis e afins.

O subprocurador-geral do Ministério Público junto ao TCU, Lucas Rocha Furtado, declarou que "os requintados itens que compõem as tais ‘refeições institucionais’, previstos no Pregão Eletrônico 27/2019, contrastam com a escassez e a simplicidade dos gêneros alimentícios acessíveis". O MP pede que sejam tomadas as medidas necessárias a apurar a ocorrência de irregularidades nos atos do STF.

Notícias relacionadas