Política

Comissão especial deve definir hoje roteiro para análise da reforma da Previdência

Presença do ministro Paulo Guedes é aguardada para amanhã (8), segundo o presidente da comissão, Marcelo Ramos (PR-AM)

[Comissão especial deve definir hoje roteiro para análise da reforma da Previdência]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 07 de Maio de 2019 ⋅ 10:00

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), informou que pretende definir hoje (7) o calendário de audiências públicas.

A presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, é esperada no colegiado amanhã (8) para apresentar e discutir a proposta.

Para Ramos, a ida de Guedes e de técnicos envolvidos com a elaboração do texto é importante para o convencimento dos parlamentares e da população sobre a necessidade da PEC.

“Acho que o governo tem de fazer um esforço de ser absolutamente transparente, e ser transparente é falar a verdade para a população, é não vender ilusão de que, imediatamente após a reforma, a economia vai voltar a crescer e o País vai virar uma maravilha. Ser transparente é dizer que a reforma não é só para combater privilégio, é principalmente para fazer ajuste fiscal”, declarou à Agência Câmara.

O roteiro de trabalhos da comissão especial será submetido nesta terça-feira ao colegiado, em reunião marcada para as 14h30. Antes disso, durante a manhã, o presidente da comissão especial se reúne com representantes dos partidos que se opõem à reforma.

Ramos espera concluir a fase de audiências públicas neste mês de maio, para que o texto possa ser discutido em junho.

A comissão especial vai analisar o mérito e pode modificar a proposta do Executivo. Se aprovada na comissão especial, a proposta de reforma da Previdência será analisada pelo plenário da Câmara em dois turnos de votação. Caso seja aprovado, o texto seguirá para o Senado.

Notícias relacionadas