Política

Para evitar ataques de Olavo, Mourão decide parar com entrevistas

Até o momento, no entanto, há mais de 110 pedidos de entrevistas registrados na vice-presidência, vindos de veículos nacionais e internacionais

[Para evitar ataques de Olavo, Mourão decide parar com entrevistas]
Foto : Romério Cunha/VPR

Por Juliana Rodrigues no dia 09 de Maio de 2019 ⋅ 07:40

O vice-presidente Hamilton Mourão decidiu dar um tempo nas entrevistas que vinha concedendo a grandes veículos de comunicação, do Brasil e do exterior.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, a ordem é ficar em silêncio por um tempo, para evitar ataques do escritor Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, e dos filhos do presidente.

No entanto, já há 116 pedidos de entrevistas registrados na vice-presidência da República. A maior parte vem de veículos internacionais como Wall Street Journal e The New York Times, que raramente são atendidos por Bolsonaro.

Ainda segundo a coluna, entre 17 e 26 de maio, Mourão deverá fazer uma viagem à China.

Notícias relacionadas