Política

Carlos Bolsonaro empregou 'faz-tudo' da família que foi laranja de militar

Segundo a Folha, Cileide Barbosa Mendes foi exonerada em janeiro, quando Jair Bolsonaro, pai do vereador, assumiu a presidência

[Carlos Bolsonaro empregou 'faz-tudo' da família que foi laranja de militar]
Foto : Renan Olaz/CMRJ

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Maio de 2019 ⋅ 07:40

O vereador do Rio de Janeiro e filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), teria mantido empregada por 18 anos em seu gabinete na Câmara Municipal uma mulher que já foi laranja de um militar em empresas de telecomunicação e também atuou como uma espécie de faz-tudo da família Bolsonaro. Ela foi demitida em janeiro deste ano, quando Bolsonaro assumiu a presidência. À época, seu salário era de R$ 7,4 mil.

Segundo a Folha, enquanto lotada no gabinete, Cileide Barbosa Mendes apareceu como responsável pela abertura de três empresas nas quais utilizou como endereço o escritório do hoje presidente Jair Bolsonaro. No entanto, ela atuava como laranja de um tenente-coronel do Exército, ex-marido da segunda mulher de Bolsonaro, que não podia mantê-las registradas no nome dele.

Em janeiro de 2001, após ter sido babá de um filho de Ana Cristina Valle, ex-companheira de Bolsonaro, Cileide foi nomeada no gabinete de Carlos, vereador recém-eleito, à época com 18 anos.

Hoje instrumentadora cirúrgica, Cileide mora na casa que, até o ano passado, abrigou o escritório político de Jair Bolsonaro. Ela continuou vivendo no local mesmo depois de ter sido exonerada. O antigo escritório político do então deputado federal hoje é ocupado por parte da equipe de Carlos.

Notícias relacionadas

[PSL pede entendimento de Bolsonaro com o partido]
Política

PSL pede entendimento de Bolsonaro com o partido

Por Metro1 no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 18:44 em Política

Sigla destaca que é a única com 98% de votações favoráveis ao governo federal e que não compactua com eventuais desgastes

[PF montou em um dia operação contra Bivar]
Política

PF montou em um dia operação contra Bivar

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 11:00 em Política

Além da casa de Bivar no Recife e da sede do partido, estão entre os alvos endereços de três ex-candidatas do PSL