Política

Demitida por Damares, Eronildes afirma que ministra é 'treinável' e 'capaz de acertar'

Ela ficou apenas dois meses no comando da Secretaria de Proteção da Mulher e foi demitida nesta semana. 

[Demitida por Damares, Eronildes afirma que ministra é 'treinável' e 'capaz de acertar']
Foto : Luis Macedo / Agência Câmara

Por Juliana Almirante no dia 10 de Maio de 2019 ⋅ 11:40

A ex-deputada federal Eronildes Vasconcelos de Carvalho (PRB) disse, em entrevista publicado pelo site O Globo hoje (10), que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, é "treinável" e  "capaz de acertar, se buscar sabedoria em fontes técnicas".

Ela ficou apenas dois meses no comando da Secretaria de Proteção da Mulher e foi demitida nesta semana. 

Eronildes diz que cabe a Damares explicar o motivo de sua saída e afirma que "faltam pessoas comprometidas" com a proteção da mulher na secretaria.

Sobre seu legado na pasta, a ex-secretária da Mulher destaca a celeridade que deu ao atendimento às mulheres pelo disque 180. Segundo ela, antes, "você ligava e demorava 50 minutos pra ser atendida". "Esse tempo passou pra dois minutos agora", diz.

"Quando o governo Bolsonaro assumiu, encontrou uma política quase inexistente voltada para as mulheres. Sei que é difícil para as pessoas ouvirem isso, porque viemos de um governo de esquerda, mas até isso fica como lição: cuidar de quem mais precisa não é política de determinado grupo político, é obrigação de todos", declarou.

Ela defendeu ainda que "houve um equívoco na compreensão das pautas sociais que defendíamos sobre equidade, racismo, autonomia para mulheres e oportunidades iguais para todos". "Essas pautas não devem ser de direita ou esquerda, mas de todos que sonham com uma nação justa e acolhedora para os brasileiros", defendeu.

Notícias relacionadas