Política

Moro diz que permanência do Coaf no Ministério da Justiça não é 'questão pessoal'

A fala ocorre após os deputados e senadores que analisam a reforma ministerial do Congresso decidirem, por 14 votos a 11, transferir de volta o Coaf para o Ministério da Economia

[Moro diz que permanência do Coaf no Ministério da Justiça não é 'questão pessoal']
Foto : Isaac Amorim/AG.MJ

Por Daniel Brito no dia 10 de Maio de 2019 ⋅ 18:20

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, declarou hoje (10), em sua conta no Twitter, que a permanência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) em sua pasta não é uma "questão pessoal", mas uma medida para "fortalecer o combate à corrupção, à lavagem de dinheiro, ao crime organizado e ao financiamento ao terrorismo".

A fala ocorre após os deputados e senadores que analisam a reforma ministerial do Congresso decidirem, por 14 votos a 11, transferir de volta o Coaf para o Ministério da Economia. Porém, o texto ainda precisa passar pelos plenários da Câmara e do Senado.

Na avaliação de Moro, o Ministério melhorou a integração do Conselho e "fará mais", caso o órgão permaneça sob sua responsabilidade.

Notícias relacionadas